Reduzindo o custo da produção de biocombustíveis

A Novozymes aprimora as enzimas que tornam mais rentável e sustentável o processo de produção de biocombustíveis comercialmente viáveis

DesafioEncontrar enzimas mais eficientes para a produção de biocombustíveis.
SoluçãoFerramentas de planejamento de experimentos, análise multivariada, a plataforma de Distribuição, Fit Y by X, Fit Model e a plataforma de Agrupamento do JMP.
ResultadosA Novozymes está aprimorando as enzimas que tornam mais rentável e sustentável o processo de produção de biocombustíveis comercialmente viáveis.

Aprimorar os processos para seus clientes com produtos enzimáticos. Este é o cerne do problema e este é o negócio da Novozymes.

“Repensar o amanhã” é o slogan da Novozymes, e uma das áreas em que eles estão fazendo isso é da produção de biocombustíveis através da busca por enzimas mais eficientes.A Novozymes é líder mundial em bioinovação, com sede na Dinamarca. Em cooperação com seus clientes em uma grande variedade de indústrias, a Novozymes está ajudando a criar as biosoluções industriais de amanhã, em prol de um planeta mais verde.

Otimizando enzimas com o JMP®

Nos EUA, na filial norte-americana da Novozymes em Franklinton, Carolina do Norte, Jesper Frickmann é responsável por fornecer suporte aos clientes na implementação e otimização das enzimas da Novozymes para soluções de biocombustíveis em suas empresas.

O software de descoberta estatística JMP da SAS é a principal ferramenta de pesquisa da Novozymes. O próprio Frickmann começou a usar o JMP há mais de 10 anos. Ele é engenheiro por formação, mas antes de trabalhar no atendimento ao cliente, atuou como estatístico, fornecendo ajuda estatística a todos na Novozymes. Desde então, passou a utilizar o JMP.

Frickmann observa: “Sempre que realizamos um experimento em P&D para encontrar novos e melhores candidatos enzimáticos ou para otimizar as condições de reação, usamos o JMP para projetar um experimento e analisar os dados".

“Ou, se um cliente desejar experimentar uma enzima diferente em nossa linha, executaremos as duas enzimas diferentes em sua aplicação, coletaremos os dados — por exemplo, a quantidade de álcool produzida — e determinaremos se há uma diferença significativa nos dois produtos.”

Um dos objetivos contínuos dos pesquisadores da Novozymes é aprimorar consistentemente as enzimas que tornam mais rentável e sustentável o processo de produção de biocombustíveis comercialmente viáveis.

Além disso, dentro da próxima geração de etanol celulósico estão os biocombustíveis produzidos a partir de matérias-primas como espigas, caules e folhas de milho, lascas de madeira, papel, switchgrass (gramíniea nativa da América do Norte) etc. “Atualmente, tudo isso é basicamente abandonado no campo para apodrecer”, ressalta Frickmann. “Mas poderia ser coletado, e a celulose resultante desses materiais poderia ser convertida. Estamos tentando fazer tudo isso acontecer.”

Com muito sucesso, pode-se dizer. Pesquisas realizadas por Frickmann e seus colegas da área resultaram em uma enorme redução no custo de produção de biocombustíveis a partir do milho e biomassa celulósica com a ajuda de enzimas.

Entretanto, há muito trabalho ainda a ser feito. O JMP continua tendo um papel fundamental na projeção de experimentos, análise de dados e apresentação dos resultados aos colegas e clientes. Atualmente, Frickmann está utilizando a ferramenta de planejamento de experimentos, análise multivariada, a plataforma de Distribuição, Fit Y by X, Fit Model e a plataforma de Agrupamento. Ele gosta particularmente do relatório de conexão de letras, que, segundo ele, é muito mais legível do que grandes matrizes de relatórios de referência cruzada.

Cada uma dessas análises permite etapas complementares — todas voltadas para repensar as soluções globais do amanhã.


Sempre que realizamos um experimento em P&D para encontrar novos e melhores candidatos enzimáticos ou para otimizar as condições de reação, usamos o JMP para projetar um experimento e analisar os dados.
Jesper Frickmann

Novozymes

Links adicionais
Entre em contato com o setor de vendas do JMP

Back to Top